A nova exposição no Castelo de Hubertusburg em Wermsdorf Alemanha) , prevista para este ano, está em vias de ser realizada e, pela primeira vez, a população local também está envolvida porque a Colecção de Arte do Estado de Dresden (SKD), entidade responsável por este castelo alemão , convidou todos os que se sentem ligados ao castelo para ajudar a criar esta exposição.
A curadora responsável, Selene Vincent, do SKD, destacou que a mostra não é só história, mas também atualidade. “Estamos interessados ​​em juntar todas as pessoas associadas a este lugar”, disse ela.
A exposição estará disponível no Castelo de Hubertusburg a partir de 11 de setembro de 2021, existindo já  bastante material recolhido, quer seja material histórico ou peças individuais da antiga fábrica de faiança de Hubertusburg.
A popularidade que esta exposição está a ter não surpreende, já que existe um forte desejo local de chamar os visitantes a disfrutar de um nova exposição no castelo.
Muitas das exposições das Coleções de Arte do Estado de Dresden também serão apresentadas neste Castelo, reconhecido como a maior residência real de caça da Saxónia.
Tematicamente, a nova exposição apresentará os seguintes conteúdos, entre outros:
– a história da construção e uso do Castelo
– a história do Tratado de Paz de Hubertusburg
– a floresta e a caça
– as personalidades históricas, bem como, objectos de faiança e barro.
A exposição deverá ficar aberta ao público até ao próximo mês de Novembro.

Para o  próximo ano está previsto o lançamento de outra exposição. O anúncio foi feito pelo membro da CDU do parlamento estadual, Dr. Christiane Schenderlein, tendo em conta que os fundos necessários aprovados pelo Governo do Estado Livre da Saxônia já estão disponíveis.
O Freundeskreis Schloss Hubertusburg eV, (Liga dos Amigos do Castelo de Hubertusburgo), membro da ENPP, em conjunto com a administração municipal de Wermsdorf e outros actores da região, apoiará activamente os preparativos desta exposição, na qual  a Paz de Hubertusburg e o trabalho conjunto na Rede Europeia de Sítios da Paz também desempenharão um papel importante.