A 1ª Conferência Internacional e Interdisciplinar “Places of Peace: Making Europe throughout Peace Treaties“”, realizada online no dia 30 de junho, foi um grande sucesso tanto em termos da qualidade das apresentações apresentadas como em número de participantes.
A Conferência começou com o discurso de abertura do Presidente da Rede Europeia de Lugares de Paz (ENPP – European Network of Places of Peace), Eduardo Basso, que descreveu as principais ações da associação desde a sua fundação e as perspetivas de desenvolvimento futuro. Posteriormente, os participantes da Conferência tiveram oportunidade de ver o vídeo promocional da “Places of Peace Route”, recentemente lançado, o qual apresenta a dimensão atual da Rota e os seus principais objetivos.
A intervenção de Ulf Müller, Vice-Presidente da ENPP, sobre a actividade desenvolvida à volta do Castelo de Hubertusburg (Alemanha), onde foi assinado o Tratado que pôs termo à conhecida “Guerra dos Sete Anos”, encerrou a sessão de abertura.

A primeira sessão de trabalho teve como oradora principal, Patrizia Battilani, Directorado Centro de Estudos Avançados em Turismo da Universidade de Bolonha, Itália, que apresentou uma excelente trabalho sobre o tema “Tratados de Paz, Património Dissonante e Turismo: Desafios e oportunidades”, seguida de apresentações por Antonia Ceballos Cuadrado, Universidade de Sevilha, Espanha (A Ata Final da Conferência de Algeciras (1906) narrada por Jean Jaurès em L’Humanité) e por María Rojas Pavón e Concepción Foronda Robles, também da Universidade de Sevilha, Espanha (A Marca do Património Europeu contribui para a construção de uma Europa de Paz?), seguido de um período de debate.

A tarde começou com uma importante apresentação de Fabio Carbone, professor de “International Tourism Management”, da Universidade de Coventry (Reino Unido) e investigador do “Centre for Trust, Peace and Social Relations”, da mesma Universidade, que abordou o tema “Give Peace uma chance. Os Desafios de uma Contribuição Eficaz do Turismo para a Paz“. Artigos de Sofia Lopes, Universidade Europeia, Portugal (Mobilidade académica. Fazendo uma ponte entre o turismo e a educação para a paz), Silvia Aulet, Universidade de Girona, Espanha (Locais sagrados como lugares de paz: uma proposta de abordagem do turismo) e de Anabela Monteiro, da Universidade Europeia, Portugal (Turismo e Paz – Que tipo de relação?) encerraram a 1ª sessão da tarde.

A última sessão (inteiramente em francês) teve lugar sob o tema geral “História e Paz”, com apresentações de Ferenc Tóth, Investigador Principal do Instituto de História do Centro de Pesquisa em Ciências Humanas de Budapeste (antigo Centro de Pesquisa da Academia de Ciências Húngara) intitulada “Histoire et paix. Valorisation du patrimoine historique à Vasvár en Hongrie” e por Bruno Judic, Professor Emérito da Universidade de Tours, que apresentou o artigo “A figura de São Martinho e o tema da paz“.

A Sessão de Encerramento contou com pequenas intervenções dos membros da Comissão Organizadora, Patrizia Battilani, Áurea Rodrigues, da Universidade de Évora e Presidente do Conselho Científico da Places of Peace Route e Eduardo Basso, Presidente da ENPP.

Além dos palestrantes,  participaram da Conferência mais de 50 pessoas, na sua maioria académicos oriundos de várias Universidades da Europa.

A 2ª Conferência “Places of Peace” será realizada no próximo ano em data a ser anunciada em breve.

O registo para participar do 1a. Conferência Anual Interdisciplinar Internacional “Places of Peace: Making Europe throughout Peace Treaties” , que se realizará online em 30 de junho de 2021, já se encontra aberto.
A participação na Conferência é gratuita mas requer uma pré-inscrição que pode ser feita em: https://placesofpeace.eu/places-of-peace-conference…/.
A Conferência é aberta ao público em geral, mas certamente terá um interesse ainda maior para alunos e professores das áreas de História, Patrimônio Cultural, Turismo Cultural e Relações Internacionais.
Podem ser obtidas mais informações sobre a conferência e os tópicos em discussão, os organizadores e os principais palestrantes em: http://conference.placesofpeace.eu/. A programação final da Conferência será publicada em breve neste site.

Excelentes obras de arte rococó e um ribombante casamento do século – duas exposições especiais no Palácio de Hubertusburg, uma das maiores pavilhões de caça da Europa, convidam a uma viagem pelo tempo: quando o príncipe Friedrich August, filho de August the Strong, casa com a filha do imperador austríaco, Maria Josepha, em Dresden, em Setembro de 1719 e o público europeu assistiu a um festival cintilante com óperas, procissões, bailes de máscaras e tudo que a cultura de um festival do barroco tardio tinha para oferecer.

Local das exposições: Palácio de Hubertusburg, Wermsdorf, Alemanha

Duração: de 28-04-2019 a 06-10-2019

Horário de funcionamento: diariamente das 10 horas às 18 horas (excepto segunda-feira)

Na primeira parte da exposição, a Colecção Estatal de Arte de Dresden convida a redescobrir a corte do príncipe e ” O Rococo Saxão Perdido “. As salas de exposição no antigo Beletage do Palácio, com mais de 100 obras de arte de primeira classe e tesouros do rococó saxão, transportam o espectador para o meio da vida cotidiana do casal, cuja paixão pela música, arte e a cultura teve uma influência decisiva no estilo do seu tempo.

“Foi o casamento do século!” – na segunda parte da exposição, “Saxônia – País dos Castelos” dá nova vida a áreas do castelo acessíveis pela primeira vez. Com a ajuda de instalações de vídeo e uma tela de vídeo giratória de 360 ​​°, partes do edifício brilham no seu antigo esplendor perante os olhos dos visitantes e mostram-nas da maneira como as imaginaram e mobilaram Maria Josepha e Friedrich August II. Finalmente, a viagem no tempo, culmina numa impressionante instalação de vídeo em 360 °, na qual os visitantes são convidados a participar na celebração do pomposo festival que foi o “casamento do século”.