A Razão

Por que é Évora Monte um “Place of Peace” (sítio da paz)

Em Évora Monte foi assinado em 26 de maio de 1834 um Tratado de Paz conhecido como “A Concessão de Évora Monte”, que terminou a única guerra civil portuguesa em quase 900 anos de História.

No início do século XIX, as ideias liberais estavam-se a espalhar na maioria das monarquias europeias, e Portugal não foi excepção. A Guerra Civil irrompeu em Portugal em 1831, depois de D. Miguel, um monarca absolutista e tradicional, ter substituído em 1828 a Carta Constitucional, que anteriormente jurara manter. A Carta estava em vigor desde 1826.

Seu irmão mais velho, D. Pedro, protector do Regime Constitucional, que ocupava o trono no Brasil, voltou para Portugal e a partir do arquipélago dos Açores formou um exército de mercenários e exilados. Em 1832, D. Pedro desembarcou no norte de Portugal e tomou a cidade do Porto, iniciando um período de dois anos de derramamento de sangue, de batalhas, perseguições e de destruição do país.

Os absolutistas de D. Miguel foram definitivamente derrotados em 16 de maio de 1834, na Batalha de Asseiceira, no centro do país, obrigando este mesmo monarca a refugiar-se com o que restava do seu exército na cidade de Évora, a 25 km de Évora Monte. Por outro lado, as tropas liberais de D. Pedro tomavam Estremoz. Com um exército enfraquecido e doente, D. Miguel é forçado a pedir tréguas ao seu irmão D. Pedro, depois de reconhecer a impossibilidade de continuar a Guerra ou de se unir a seu primo, D. Carlos, que ainda lutava contra as ideias liberais em Espanha. Ambas as partes concordaram com a assinatura da paz em Évora Monte, na residência do então Presidente da Câmara, Joaquim António Saramago.

A Convenção de Évora Monte, assinada em 26 de Maio de 1834, pelos líderes militares dos dois exércitos, levou D. Miguel ao exílio na Itália (e mais tarde na Áustria, onde viria a falecer) e à doação do trono português à sua sobrinha, D Maria II, filha de D. Pedro. D. Maria II viria restabelecer a Carta Constitucional e, com a chegada da paz, o comércio foi modernizado com a abolição das primazias, e a nacionalização dos portos secos internos e dos conventos e mosteiros. A administração pública, justiça e exército também foram modernizadas. A partir daqui, Portugal empreendeu o mesmo caminho de outras nações europeias.

Visite a Torre/Paço de Évora Monte

No ponto mais alto da vila de Évora Monte ergue-se a Torre/Paço de Évora Monte, comumente considerada como o “ex-libris” da vila. A Torre/Paço de Évora Monte foi mandada construir pelos Duques de Bragança D. Teodósio e D. Jaime como um símbolo do poder ascendente desta Casa, reflectido na nó de reminiscências manuelinas, que é a marca simbólica da heráldica da Casa de Bragança.

O seu design é atribuído aos Arquitectos Arrudas, famosos pelo design da conhecida Torre de Belém, em Lisboa, em estilo italiano e um exemplo único em toda a Península Ibérica.

Visível a muitos quilómetros de distância, a Torre/Paço de Évora Monte é um quadrilátero regular com quatro torres dispostas angularmente e possui três andares externamente marcados por um cordão arredondado contínuo. O interior dispõe de 3 salas suportadas por 4 colunas cada e ligadas por uma escada em espiral que permite ainda o acesso ao terraço que goza de uma espectacular vista de 360º sobre a paisagem alentejana.

Reze na Igreja de Santa Maria

A igreja de Santa Maria, actualmente dedicada a Nossa Senhora da Conceição, é o mais importante templo de Évora Monte, do qual dependiam a maioria das igrejas e ermidas localizados na área do antigo condado. A sua construção remonta ao século XIII e terá sido a primeira igreja a ser erguida na vila após a reconquista cristã.

A Igreja de Santa Maria, de planta rectangular, tem 3 naves e coberta de madeira apoiada em pilares de base quadrada. Além do altar principal há mais quatro altares laterais onde ainda se encontram visíveis pinturas de parede (frescos) que remontam ao século XVI. Externamente, o templo é marcado na fachada principal por um alpendre onde domina uma torre de duas arcadas lisas e os seus dois sinos.

A Igreja de Santa Maria foi recuperada em 2016 e toda a fachada, cobertura e piso interior foram renovados.

Desvende as histórias bíblicas da Capela da Misericórdia

A Capela da Misericórdia faz parte de um edifício que incluía a sede da Santa Casa da Misericórdia de Évora Monte e um Hospital e a sua construção remonta à primeira metade do século XVI.

A capela situa-se junto à muralha medieval e o seu interior revela características estilísticas típicas do século em que foi construída. O altar-mor tem estrutura quadrada e no retábulo em talha dourada, datado do século XVIII, encontramos a padroeira da capela (N.S. da Visitação). A nave central está totalmente revestida de painéis de azulejo de meados do século XVIII que descrevem histórias bíblicas relevantes e os actos de misericórdia que os crentes devem praticar.

Recentemente, o altar principal e os painéis de azulejos da nave central foram totalmente recuperados e merecem uma visita atenta.

Como chegar

Localização

Évora Monte situa-se no Alentejo, distrito de Évora, 130 kms a leste de Lisboa, 70 kms a oeste da fronteira espanhola e 25 kms a norte de Évora.

De carro, a partir de Lisboa (Saída Évora Nascente) ou da Espanha (Saída Estremoz) usando a auto-estrada A6 e a Estrada Nacional 18. O acesso a partir de Évora é feito pela Estrada Nacional 18 (25 kms) e de Estremoz pela mesma estrada (17 Kms.). Por transporte público, a aldeia é servida por várias ligações diárias de autocarro entre Évora e Estremoz.

a carregar o mapa - aguarde por favor...

Évora Monte: 38.771796, -7.715718

O Que Comer

Descubra as delícias do Alentejo

A gastronomia de Évora Monte acompanha a cozinha mais tradicional da região do Alentejo, em que o uso de produtos de terra e das ervas aromáticas tem sempre um lugar relevante. No capítulo das “sopas”, a “sopa de cação”, a “sopa de beldroegas” ou a “sopa de feijão com espinafre” estão no topo dos gostos. No campo dos pratos principais, o “porco preto grelhado” e o “ensopado de borrego” são os mais populares.

Sopa de Cação: durante muitos anos, o “cação” foi um dos peixes mais baratos que podiam ser comprados em Portugal. As classes mais pobres da região do Alentejo utilizavam-na para cozinhar uma sopa aromatizada com poejo ou coentro e engrossada com farinha de trigo. Actualmente, a Sopa de Cação é um prato obrigatório em todos os restaurantes tradicionais da Região.

A “Beldroega” cresce espontaneamente nas hortas da região. Depois de refogar as beldroegas em azeite e cebola, deite a água e junte pedaços de queijo de ovelha, uma cabeça de alho e ovos; a Sopa de Beldroegas está pronta.

O porco preto do Alentejo tem sido durante muitos séculos uma das raças mais apreciadas da região e Évora Monte não é excepção. “Do porco aproveita-se tudo” é dito muitas vezes por aqui e é verdade, mas uma das formas mais tradicionais para cozinhar a carne de porco são os grelhados em carvão. Todos os restaurantes os têm no seu guarnecido com os mais diversos acompanhamentos.

Quer experimentar as famosas Migas com carne de porco? Frite em banha a carne cortada em pedaços e temperada com pimentão. Reserve o molho. Faça um refogado de azeite e alho, adicione o pão (tem de ser alentejano!) previamente embebido em água quente, bata e mexa muito bem. Misture bem o molho reservado e sirva com laranja ou maçã.

O Que Fazer

Mantenha-se activo em Évora Monte

  • Comemore o Aniversário do Tratado de Paz

  • Faça parte do Presépio de Rua

  • Faça parte do Presépio de Rua

  • Faça parte do Presépio de Rua

  • Siga o Tour do Imaginário de Évora Monte

  • Celebre “São Marcos”

  • Todos os anos, a Liga dos Amigos do Castelo de Évora Monte celebra o dia 26 de Maio, o dia que foi assinado na vila há mais de 180 anos, o Tratado da Paz que tem o seu nome: a Convenção de Évora Monte. Uma sessão comemorativa, conferências, concertos de música popular e erudita fazem geralmente parte deste evento.
  • Entre meados de Dezembro e 6 de Janeiro (Dia de Reis) todos os anos, um presépio é instalado no Castelo de Évora Monte, com figuras em tamanho natural, pintadas à mão e iluminadas. São mais de 30 figuras distribuídas por vários locais do Castelo, visitadas por muitos turistas portugueses e estrangeiros.
  • Baseado em histórias verdadeiras ou lendas que se estenderam por gerações, o Tour do Imaginário de Évora Monte é uma viagem através de alguns dos mais emblemáticos locais do interior e exterior do Castelo. Cerca de 30 elementos da população, vestidos de acordo com períodos históricos e em estilo de teatro de rua, dão a conhecer alguns dos eventos mais importantes da história desta antiga vila de Portugal.
  • Existem 14 igrejas e ermidas na vila de Évora Monte e seus arredores. Uma dessas ermidas é dedicada a São Marcos e a sua celebração acontece no dia 25 de Abril de cada ano. A missa e a procissão em torno da ermida são o destaque desta festa religiosa cuja tradição se perde nos tempos.

Onde Ficar

Descanse depois da visita

Casa de Campo Santa Rita

Bela e típica propriedade rural em Évora Monte com vistas especiais para o castelo e arredores, especialmente ao pôr-do-sol. Proporciona conforto e tranquilidade para férias em família, especialmente para os que gostam de vier natureza. A casa oferece 3 quartos, 1 sala com lareira, cozinha equipada, um longo alpendre e uma maravilhosa piscina.

Localização
Évora Monte

Contactos
Internet: airbnb.pt/rooms/1574799

Camping Alentejo

Localizado no coração do Alentejo, o “Camping Alentejo” está disponível para tendas, caravanas e autocaravanas. Aqui você vai encontrar a verdadeira cultura portuguesa nesta bela região com suas vastas fazendas, colinas e clima agradável, quase sempre ensolarada.

Localização
Estrada Nacional 18, Évora Monte

Contactos
E-Mail: info@campingalentejo.com
Internet: 
campingalentejo.com

Monte da Fazenda

Rodeado pela natureza, com uma piscina exterior sazonal e vistas para a colina, o Monte da Fazenda está situado em Évora Monte. Disponibiliza acesso Wi-Fi gratuito e estacionamento privativo gratuito no local. As acomodações estão equipadas com ar-condicionado e TV de écran plano e algumas unidades possuem área de estar e/ou varanda térrea. Cada acomodação tem uma casa de banho privativa com produtos de higiene pessoal gratuitos.

Localização
Monte da Fazenda – 7100-219 Évora Monte

Contactos
Telefone: (+351) 268 959 172
E-mail: montedafazenda@gmail.com

The Place at Evoramonte

Com um terraço com vista para a paisagem alentejana, The Place at Evoramonte está localizado entre as muralhas do castelo de Évora Monte. O acesso Wi-Fi é gratuito. No alojamento, cada quarto tem ar condicionado e banheiro privativo. Um dos quartos tem uma kitchenette com micro-ondas. The Place at Evoramonte oferece um café da manhã continental todas as manhãs.

O espaço CAFÉ, anexo ao alojamento, fornece produtos regionais, hamburgers e pizzas e está aberto ao público de terça-feira a domingo entre as 10 horas e as 20 horas (Horário de Verão) e entre as 10 horas e as 19 horas (Horário de Inverno).

Localização
Rua de Santa Maria, 26 – 7100-314 Évora Monte

Contactos
E-Mail: 
vicki@evoramonte.com
Internet: www.evoramonte.com

Informação Útil

Tome nota desta importante informação

  • Endereço

    Liga dos Amigos do Castelo de Évora Monte (LACE)
    Rua da Corredoura, 3
    7100-306 Evora Monte

    Junta de Freguesia de Évora Monte
    Rua da Corredoura, s/n
    7100-306 Evora Monte

  • Telefone

    LACE: +351 960 433 117 ou +351 965 015 960
    Junta Freguesia de Évora Monte: +351 268 950 200