A Razão

Por que é Kaynardzha um “place of peace” (sítio da paz)

Em 1774, este lugar foi crucial para a vitória da Rússia sobre o Império Otomano na guerra de 1768-1774 e hoje representa um verdadeiro “Sítio da Paz”.

A quinta guerra russo-turca (1768-1774) foi proclamada pelo sultão do Império Otomano, Mustafa III contra o Império Russo. No final da guerra, o trono otomano já pertencia ao sultão Abdul Hamid I. A imperatriz russa Catarina II, a Grande, impôs a sua vitória ao assinar o “Tratado de Paz Kyuchuk-Kaynardzha” em 21 de Julho de 1774 entre a Rússia e o Império Otomano. O tratado, escrito em italiano, turco e russo, foi assinado e certificado pelo Marechal de Campo russo Rumyantsev e pelo Grande Vizir Musul Zade Mehmed Pasha. Em homenagem a este evento, uma fonte de água foi construída em 1892 e declarada como monumento histórico e arquitectónico.

O Tratado de Kyuchuk Kaynardzha (Küçük Kaynarca, em turco) proclamou a Rússia como defensora dos cristãos e do cristianismo no Império Otomano e garantiu o acesso da Rússia ao Mar Negro.

Visite o local onde o tratado de paz foi assinado.

O tratado de paz de Küçük Kaynarca foi assinado numa grande rocha perto da pequena nascente existente. Há uma placa memorial nesta rocha e os visitantes são recebidos com flores e grinaldas.

O lugar carrega uma energia muito especial. No início de 1773, o general Weisman – conhecido como o Aquiles russo – obteve uma vitória em Küçük Kaynarca (hoje Kaynardzha, Bulgária). Apesar das propostas russas para o fim da guerra, o sultão Mustafa III pretendia alcançar uma vitória sobre a Rússia e a guerra continuou. Em Janeiro de 1774 Mustafa III morreu e o trono do Império Otomano passou a ser ocupado por Abdul Hamid I, mas nem por isso a guerra parou. Então o marechal-de-campo russo Conde Rumyantsev passa o Danúbio para sul juntamente com vários outros generais brilhantes (General Suvorov, General Orlov). Em Junho de 1774, na aldeia de Kaynardzha, o exército russo comandado pelo marechal de campo Conde Rumyantsev obtém uma segunda vitória sobre as tropas otomanas, os dois lados voltaram às negociações e o Tratado de Paz de Küçük Kaynarca é assinado no dia 21 de julho desse ano de 1774.

Descubra a fonte da vida.

A histórica “Fonte de Kaynardzha” construída em memória do Tratado de Kaynardzha tem dimensões únicas – a sua frente atinge mais de 76 metros.

Em 2010, o município de Kaynardzha, juntamente com outros seis municípios da região de Silistra, candidatou-se ao Programa EDEN da Comissão Europeia com um projecto classificado em primeiro lugar na Bulgária sob o tema “A Água – Fonte de Vida e Prosperidade”. O projecto foi denominado “Os sete estados da água: espírito, saúde, fé, história, beleza, tradição e costumes” e o município de Kaynardzha participou no capítulo “história” sob o tema “A fonte o de água Kyuchuk Kainardzha – um símbolo da Paz”.

Mergulhe na história de Kaynardzha

No centro de visitas turístico, inaugurado em 21 de Junho de 2014 em homenagem ao 240º aniversário do Tratado de Paz de Küçük Kaynarca, pode ser visitada uma exposição documental que inclui documentos e mapas utilizados nas acções militares, cópias do tratado de paz e diversos quadros dos generais russos que participaram nas acções militares e da imperatriz Catarina o Grande.

Num outro salão, maior, está patente uma exposição permanente sobre o desenvolvimento da vida e da cultura da região da Dobrudja e da vila de Kaynardzha ao longo dos séculos. Os visitantes podem ainda tomar contacto com diversos materiais oriundos das duas áreas protegidas localizadas no território do município de Kaynardzha, que está integrado no percurso das aves migratórias da Via Pontica a apenas 45 km do Lago Srebarna, um local protegido pela UNESCO como “Reserva da Biosfera” e a 100 km da Reserva “Bolata” perto do Mar Negro. Os visitantes podem ver pelicanos dálmata e pelicanos rosa, beringela rosa, cisne branco, farinha rosa, cotovias e muitos outros materiais.

O centro de visitas organiza frequentemente exposições, apresentações de livros e sessões literárias, sessões informativas e eventos de formação para jovens estudantes. O salão tem capacidade para 45 a 50 pessoas e está equipado com computadores, projectores de vídeo, telas, impressoras e scanners.

Como chegar

Localização

Kaynardzha está localizado no norte da Bulgária, perto da fronteira romena. A cidade de Silistra fica a 30 km de distância. Tomando a estrada nacional 71 em Silistra e seguir para o sul em direcção a Dobrich/Varna, poderá encontrar Kaynardzha virando à esquerda para a estrada 7001.

a carregar o mapa - aguarde por favor...

Kaynardzha: 43.991024, 27.507019

O Que Comer

Descubra as iguarias da Dobrudja

Nas proximidades de Kaynardzha podem encontrar-se bons exemplos das maravilhosas iguarias da região da Dobrudja, preparadas de acordo com receitas antigas, como é o caso da carne cozida com legumes. Entre as sobremesas destaca-se a “Plaquetta” uma belíssima tarte de maçã com mel. O vinho da “Adega de Kaynardhza” é o acompanhamento adequado.

O Ritual do Pão Torrado é uma cerimónia tradicional de boas-vindas para os hóspedes ou para celebrar as festas em família. Em várias ocasiões, o topo do bolo é ornamentado com desenhos relacionados com as festas a que são dedicados e que expressam a fertilidade, o amor ou mesmo figuras de animais domésticos. É feito com queijo ou doce e é servido com sal ou mel por jovens vestidos com trajes tradicionais da Bulgária.

A “Adega de Kaynardzha” produz vários vinhos leves a partir da casta “Cabernet Sauvignon”. Entre outros, a adega produz o vinho “Kaynardzha – 1774” dedicado ao tratado de paz, branco, rosé e tinto seco bem como o vinho “Imperatriz 1774” dedicado a Catarina, a Grande. Estes vinhos são feitos com variedade Cabernet Sauvignon cultivada no território do município de Kaynardzha. A adega também produz outros tipos de vinhos – principalmente vinhos de mesa.

Banitsa com casca fina e água rica. Este prato é tradicional na região de Dobrudja – muito típico em todas as aldeias e é chamado por diferentes nomes tais como “Plaquetta” ou “Milina”. Os nossos avós cozinhavam-no no forno, mas mesmo com as técnicas modernas, mantem as suas características e é muito delicioso, especialmente se polvilhado com mel ou geleia de frutas.

Refeição de farinha de milho: hoje em dia este prato é uma iguaria que já raramente faz parte da nossa ementa, mas no passado era muito utilizado, especialmente para as refeições antes de se iniciar a colheita do trigo. Existem variantes com queijo e ovos cozidos ou com leite fresco e mel. Tem um aspecto interessante e misterioso, mas um sabor muito agradável.

Cozido de carne em panela de barro, cozinhada no forno com legumes. Muitas vezes, nos dias feriados ou de festa, a carne é preparada com legumes em panelas de barro. Frango com legumes da horta, coelho, cenouras e batatas ou carne de cordeiro com arroz e trigo. Cozinha-se em lume lento cerca de 4-5 horas e fica muito apetitoso. Muitos dos restaurantes da região de Kaynardhza têm este prato nas suas ementas.

O Que Fazer

Mantenha-se activo em Kaynardzha

  • Visite o Local da Paz

  • Caminhe pelo Jardim Tácio de Badzhaliata

  • Mantenha a fonte sob os salgueiros

  • Visite a rocha – o sítio da paz onde foi assinado o Tratado – e caminhe pelo caminho ecológico de todo o Parque da Fonte Histórica, que abrange uma área suprior a 3 hectares. Conheça o monumento ao Conde Rumyantsev e o baixo-relevo de Catarina, a Grande.
  • Visite à Igreja da Santíssima Trindade, monumento cultural a cerca 500 metros do Parque da Paz.
  • Visite o Santuário de Pedra da Antiga Trácia, datado do século VI AC, perto da aldeia de Strelkovo. É um complexo de rochas destinado aos rituais dos antigos trácios. Fica a 15 km de Kaynardhza.
  • Nas imediações de Kaynardhza existem florestas centenárias que são especialmente adequadas para caminhadas a pé ou passeios de bicicleta ou a cavalo. Bem perto, existe um aeroporto certificado que oferece a possibilidade de realizar pequenos voos de avião sobre áreas protegidas, com capacidade máxima de 3 pessoas por viagem. O aeroporto tem uma base de treino para futuros pilotos. Ao longo do ano, o município de Kaynardhza organiza várias celebrações e festas. O Festival de Folclore Tradicional da região realiza-se em Junho de cada ano e sob o nome “Mantenha a fonte sob os salgueiros” celebra a importância da água para os habitantes da zona.

Onde Ficar

Descanse depois da visita

Complexo “Choban Mahala”

Complexo turístico composto por 5 casas familiares, com um total de 20 lugares. Cada casa tem casa de banho privativa. O restaurante acomoda até 30 hóspedes. Está situado no silêncio da pequena aldeia de Kamentsi. Adequado para férias em família ou para treino de equipas de negócios, longe das tensões das grandes cidades. Há também uma piscina e possibilidade de passeios de ciclismo nas imediações ou ainda para visitar o templo ortodoxo “Holy Wonderland”.

Localização
A 19 km da vila de Kaynardhza.

Contactos
Telefone:  +359 897 20 17 17 (Família Chobanov)
Internet: chobanmahala.com

Dobrudja Guest Houses

É um turismo rural, que disponibiliza para aluguer quartos independentes em diferentes casas de estilo tradicional da Dobrudja. Os hóspedes têm assim a oportunidade de se familiarizar com a vida de aldeia, para desfrutar do ar fresco ou para saborear uma deliciosa comida e vinho caseiros.

Localização

Na vila de Kaynardhza e arredores.

Contactos
Telefone: +359 883 46 49 36; +359 899 93 02 11

Informação Útil

Tome nota desta importante informação

  • Endereço

    Município de Kaynardzha
    Kaynardzha, Bulgária

  • Telefone

    Telefone: +359 885 92 18 18 (Lyuben Sivev, Mayor)

  • Endereço de email

    kain_s@abv.bg