O tratado de Passarowitz (hoje, Pozarevác, República da Sérvia) foi concluído há 300 anos em 1718, após as vitórias militares da Monarquia de Habsburgo contra o Império Otomano que originalmente iniciou a guerra na República de Veneza. Após a primeira comemoração na Universidade Michel Montaigne em Bordeaux, em Junho passado, outra conferência internacional foi realizada pelo Instituto de História da Academia Húngara de Ciências, em Budapeste, em 27-28 de Setembro.

Os documentos apresentados pelos participantes que vieram da Hungria, França. Turquia, Polónia, Roménia, Áustria e Sérvia enfatizaram a importância de ambos os tratados concluídos ao mesmo tempo. O actual tratado de paz refletia a situação militar, libertando todo o território do antigo Reino da Hungria da ocupação otomana, mas deixando a região da Morea sob a autoridade veneziana e dos turcos.

Além dos aspectos diplomáticos das negociações, os palestrantes também ressaltaram que o destino de Ferenc II Rákóczi e seus companheiros emigrantes também foi selado pelo tratado de Passarowitz. O segundo tratado dizia respeito ao comércio e dava à Monarquia de Habsburgo os mesmos privilégios que só haviam sido concedidos à França no período anterior. Os participantes concluíram que, devido aos seus resultados políticos e comerciais, o tratado de paz de Passarowitz deve ser considerado tão importante quanto os Tratados de Westphalia e Utrecht.

A organização das Comemorações dos 300 Anos do Tratado de Paz de Passarowitz contou com a participação do Prof. Dr. Tóth Ferenc, membro da Academia Húngara de Ciências e também membro do Conselho Científico da Places of Peace Route (Rota dos Sítios da Paz).

 

A cidade alemã de Bautzen (Saxónia) é o mais recente membro da ENPP, representado pela associação STEINHAUS, e.V. que trabalha em estreita colaboração com o município local.

A cidade de Bautzen está localizada na Saxónia, na Alemanha, tem cerca de 40.000 habitantes e em Janeiro de 1018 foi assinado na cidade um Tratado de Paz entre o Sacro Império Romano e a Polónia. Durante todo este ano de 2018, a cidade realizou uma grande variedade de eventos culturais e científicos em  comemoração dos 1.000 anos deste Tratado de Paz.

 

DELEGAÇÃO DE ENPP VISITOU BAUTZEN

No dia 28 de setembro, pela manhã, uma delegação da ENPP composta por seu Presidente, Eduardo Basso, o Vice-Presidente, Ulf Müller, o Presidente da AG, Hellmuth Matthes visitou a cidade tendo sido recebidos pelo Diretor da Associação STEINHAUS, e.V. Bautzen, o Sr. Torsten Wiegel e onde teve a oportunidade de saber mais sobre a sede e as actividades desta associação. Durante a reunião com o Sr. Torsten Wiegel, também foram discutidos vários assuntos relacionados com a adesão da cidade e a sua integração na Rota dos Sítios da Paz.

A delegação da ENPP também foi recebida pelo Presidente da Câmara  de Bautzen, sr. Alexander Ahrens, que, num gesto de grande hospitalidade, conduziu ele próprio uma visita guiada ao edifício da Câmara Municipal bem como a todo o Centro Histórico da cidade.

A Associação para a Promoção do Castelo de Altranstädt, na Alemanha comemorou o Dia do Monumento Aberto com a realização de vários eventos que atrairam inúmeros visitantes ao local onde em 24 de Setembro de 1706 foi assinada uma Paz intermédia durante a Grande Guerra do Norte (1700-1721) entre Augusto II, o Forte e Karl XII, da Suécia, conhecida como „Paz de Altranstädt“.

O dia começou precisamente com uma recriação histórica do dia da assinatura deste Tratado, a cargo de uma associação da cidade de Dresden especializada em eventos históricos: chegada dos reis ao Castelo, cerimónia de assinatura do Tratado e participação num evento religioso na Igreja anexa ao Castelo onde foi proferido um sermão relacionando a visita dos reis a Altranstädt com o dia do Monumento Aberto que então se comemorava.

Depois de assistirem a esta recriação histórica, os inúmeros visitantes tiveram oportunidade de realizar visitas guiadas ao Castelo, individuais ou em grupo que lhe permitiram conhecer a história deste importante monumento bem como dos eventos históricos que nele tiveram lugar e de provar as iguarias preparadas especialmente para este dia pelos membro da Associação para a Promoção do Castelo de Altranstädt.

Um concerto de música e canto pelo agrupamento “Altranstädter Dorfmusikanten” foi o final perfeito para um verdadeiro „Dia Real do Monumento Aberto“.

No dia 21 de setembro, o Município de Kaynardzha, Bulgária, membro do ENPP desde 2015, organizará um Passeio de Bicicleta, coincidindo com o Dia Mundial da Paz da ONU, de acordo com a declaração e resolução da Assembleia Geral da ONU adoptada em 1981. Este dia foi celebrado pela primeira vez por iniciativa da UNESCO em 1984.

Sob o lema “Defendendo a Paz e Lembrando as Boas Obras de Nossos Antepassados”, o passeio de bicicleta começa às 9h30 no Parque da Paz  da vila de Kaynardzha, onde foi assinado em 21 de julho de 1774 o Tratado de Paz que terminou a guerra russo-turca 1768/1774, continua ao longo de uma rota que passa pela vila de Svetoslav para finalmente atingir a fonte perto de Svetoslav, onde, de acordo com a tradição, as negociações para a assinatura do Tratado de Paz de 1774 foram realizadas.

Paralelamente às Tertúlias da Paz de Hubertusburg, uma exposição de trabalhos de jovens estudantes sob o tema da Paz  bem como a entrega dos respectivos prémios, serão realizadas no Castelo de Hubertusburg (Wermsdorf, Alemanha),  

numa organização da Liga dos Amigos do Castelo de Hubertusburg, membro da ENPP,  em cooperação com o Ministério da Cultura da Saxónia e com a Agência Estatal da Saxónia para a Educação Cívica.

Este concurso está aberto a jovens estudantes em duas categorias (12> 15 e 16> 18) e os trabalhos podem ser apresentados livremente em prosa, poesia, músicas, fotos, vídeos, etc. até o dia 15 de Junho do ano em que se realiza.

Após um período de selecção por um júri nomeado pela organização, os vencedores recebem um Certificado de Honra do Ministério da Cultura da Saxónia e serão recompensados ​​com prémios em dinheiro.

Este prémio já se encontra na 5ª edição e tem recebido um interesse crescente das escolas e estudantes alemães e das autoridades do Estado Livre da Saxónia, numa demonstração muito interessante da promoção na prática de uma cultura de paz entre os jovens europeus, um dos  objectivos do ENPP desde a sua fundação, a qual na sua última reunião europeia realizada na cidade de Bucareste em Maio decidiu estender este tipo de prémio a todos os membros da Rede.

A 7ª. edição das Tertúlias da Paz de Hubertusburg terá no lugar no Castelo de Hubertusburg (Wermsdorf, Alemanha) sob o tema “Aprender uns com os outros – nós vivemos em Paz?” e será organizada, tal como as anteriores, pela Liga dos Amigos do Castelo de Hubertusburgo, membro fundador da ENPP.

As Tertúlias da Paz de Hubertusburgo é um evento bienal que assenta na memória histórica do Tratado de Paz de Hubertusburgo e que reúne académicos, estudantes e diversas instituições locais e regionais na discussão de temas actuais relacionados com a Paz.

A sessão de abertura realizar-se-à no dia 14 Setembro, pelas 16 horas e contará com a presença de membros da Associação, do Ministro da Cultura do Governo do Estado Livre da Saxónia, do vereador do Distrito da Norte Saxónia, Dr. Eckhardt Rexroth e do Presidente da Câmara de Wermsdorf, Mathias Müller.

Os vários workshops que integram o programa do evento decorrerão durante a tarde de 14 Setembro e todo o dia 15 de Setembro e do programa faz ainda parte o já habitual “Concerto da Paz” na Igreja Católica do Castelo agendado para as 19,30 horas do dia 14 Setembro.

As Tertúlias da Paz de Hubertusburgo têm o apoio da Rede Europeia de Sítios da Paz.

Mais informação em: www.freundeskreis-hubertusburg.de